Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

O velho senador e o "rejuvenescido" Sócrates

Mário Soares escreve, na sua habitual coluna hebdomadária, no D.N. sobre vários temas, privilegiando, desta vez vez, os temas nacionais.

Enfatiza, particularmente, as eleições de 27 de Setembro e a vitória de Sócrates, mas não só.

Arguto e objectivo assinala outros aspectos importantes.

Pode ler aqui o artigo, integralmente.

Escolhi um pedaço, que me pareceu significativo.

Outros blogers escolheram outros, mas roubei a um deles, ao "águalisa", esta fotografia, que gostei.

J.A.

"Mas agora, na situação presente, Sócrates deve dar mais um salto em frente: tem que mostrar flexibilidade, jogo de cintura, paciência e capacidade de diálogo, com todos os partidos, sem excepção. Governar sem maioria absoluta é outra coisa. É a prova de ser um grande estadista, com a adaptabilidade que as circunstâncias difíceis, sob todos os aspectos, lhe vão exigir. Estou certo de que vai conseguir. Mas, atenção, as responsabilidades são partilhadas: os Partidos com assento na Assembleia têm também novas e sérias responsabilidades. Não lhes basta protestar. Os comícios - e houve alguns até ao fim - acabaram na noite eleitoral. O País está farto deles. Agora, são precisas ideias e propostas concretas, exequíveis e inovadoras. Porque Sócrates, como primeiro-ministro, terá sempre uma arma absoluta: a apresentação ao Parlamento de uma moção de confiança ou novas eleições, se a não conseguir.Mário Soares"

 


publicado por weber às 17:26
link do post | comentar
| | partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O velho senador e o "reju...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...