Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Imagem do dia

"Esta imagem revela uma nuvem de gás interestelar a ser destruída pela passagem, na sua proximidade, de uma das estrelas mais brilhantes do conhecido aglomerado estelar das Plêiades. A imagem revela a luz que é reflectida pelas paredes exteriores da nuvem de gás e poeira ao ser iluminada pela estrela vizinha. Esta nebulosa foi descoberta pelo astrónomo norte-americano E. E. Barnard, em 1890, quando reparou numa nebulosidade muito próxima, a apenas 0.06 anos-luz (cerca de 3500 vezes a distância Terra-Sol), da estrela Mérope do aglomerado das Plêiades, que quase aparece no canto superior direito da imagem. As linhas paralelas que parecem ligar a nebulosa e a estrela Mérope são produzidas pela pressão da radiação da estrela cujo efeito é o de desacelerar as partículas de poeira da nebulosa, enquanto esta se aproxima da estrela a uma velocidade relativa de cerca de 11 km/s. Dado que as partículas de poeira mais leves sofrem maior desaceleração que os grãos mais pesados, estas linhas são, na verdade, torrentes das partículas de poeira maiores e mais pesadas em direcção à estrela."
Créditos fotográficos NASA/ESA.


publicado por weber às 14:49
link do post | comentar
| | partilhar
:
De Logros a 10 de Julho de 2009 às 23:44
Não me lembraria de pensar em "paredes exteriores de nuvens". Sempre achei as nuvens um sítio de fôfa levitação, onde gostaria de "habitar", para além dos meus dias.
O Eugénio tem um poema, dos últimos livros, em que fala de estrelas. E que acaba assim:

"porque também elas morrem,
também elas morrem."


As estrelas, diz ele.

Até breve.

I.


De weber a 11 de Julho de 2009 às 00:56
O Paul Valery, esse, mais dramático, dizia, a pretexto, creio eu, da 1.ª guerra mundial:
"A partir de agora sabemos que as civilizações também morrem."
Abraço,
J.A.


Comentar post


. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...