Quarta-feira, 24 de Junho de 2009

Liu Xiaobo, dirigente pelos direitos humanos na China

Liu Xiaobo, preso há mais de seis meses, foi agora formalmente acusado de delito de "subversão" pelas autoridades chineses.

Em 2008 assinou a carta dos 300, onde exigiam o cumprimentos da Carta Universal dos Direitos Humanos.

O "império" económico que é a China ainda não se conseguiu acomodar aos valores universais da LIBERDADE.

Veja Aqui mais desenvolvimentos.

J.A.

Fotos:

1/Liu Xia, mulher do dirigente chinês e defensor dos direitos humanos, reage com lágrimas, depois de saber da acusação que pende sobre o marido.

2/Junto do marido, ainda em liberdade.

tags:

publicado por weber às 15:01
link do post | comentar
| | partilhar

.pesquisar

 

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...