Sexta-feira, 12 de Junho de 2009

FêFê, arguto como sempre

Há uma semana, comentávamos, na amesendação tertuliana das terças-feiras: o Cavaco está diferente.

Dizia um de nós: - Os gajos, quando deixam crescer a pilosidade supra labial, ou a desbastam...temos gaja nova.

O outro, retorquia: - Mas, não estou a ver o Cavaco a "apunhalar" D. ª Maria!

Não é que o FêFê foi sublinhar a singularidade de Aníbal Cavaco Silva ter mudado de penteado.

Observe A pilosidade do PR

Temos "um novo Cavaco", diz, e diz bem, FêFê.

J.A.

 


publicado por weber às 02:01
link do post | comentar
| | partilhar
:
De Logros a 12 de Junho de 2009 às 02:46
Mas quem é este "divo" que, foneticamente, tem duas vezes uma consoante fricativa no nome? Refiro-me ao "efe", claro.

Nota: consoante fricativa: aquela que ao ser pronunciada, labialmente, é emitida com uma fricção de ar. (da Fonética)

I.


De weber a 12 de Junho de 2009 às 10:23
Eu, costumo dizer deste angolano, que foi apaniguado (nunca prócere) do Chico Louçã: "é bom d'escrita".
Hoje, é um homem apaziguado, livre-examinista, livre pensador, critico (no sentido heuristico...) e frontal, cultuando a elegância das palavras e do estilo.
É um jornalista culto (coisa que se faz rara, hoje em dia), sabe escrever (outra raridade) e tornou-se um homem sábio.
Olha o tempo que flui com justeza, com amor pela verdade, quase sempre tem razão (Freeport, BPN, liberdade de imprensa, Governo, José Sócrates, etc).
E, esta, do "novo" penteado do homem de Boliqueime achei espantoso! Por isso fiz questão em partilhar.
J.A.


De Logros a 12 de Junho de 2009 às 15:21
Bem, tais créditos movram-me a ir ler o texto, cujo título, sobre pilosidades em rarefacção de um político que não elegi, não me interessasse.

Enfim, alguma ironia, levemente mordaz transparece. Mas o texto, inclusivé com referências a salões de cabeleireiro, ficava melhor na "Caras", na "Nova Gente" ou noutro sítio qualquer desse tipo.

I.


De weber a 12 de Junho de 2009 às 20:59
Não posso estar mais de acordo consigo: Aníbal Cavaco Silva, rima melhor com "Caras", "Nova Gente" do que com Diário de Noticias.
"Assino por baixo", aforismo antigo, que nada deve ao obeso Rangel, que "despacharam" para Bruxelles, ganhando o Porto em saúde pública.
Abraço,
J.A.


De Logros a 12 de Junho de 2009 às 20:06
Peço desculpa pelas gralhas, mas creio que o sentido, foi, apesar disso perceptível.

I.


Comentar post

.pesquisar

 

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...