Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Vital liga PSD a "roubalheira" no BPN

O Jornal de Negócios publica uma reportagem da ida de Vital Moreira às Minas de Aljustrel Aqui.

O candidato do PS fez a ligação da "roubalheira" que ocorreu no BPN ao PSD.

Isto a partir das figuras gradas que, cada vez mais, se percebe que estão atoladas até à raiz dos cabelos nas malfeitorias para enriquecimento indevido, enquanto dirigentes de topo no BPN.

Já ontem o Jornal de Negócios publicava uma infografia (veja-se, só para ilustrar, em cima a reprodução) onde "centrava" Aníbal Cavaco Silva rodeado de homens fortes do BPN e dos cargos que tiveram nos seus governos e no PSD.

No 1.º Governo de Cavaco Silva, Oliveira e Costa é Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais (a partir daí lança imensos/enormes perdões fiscais a empresários da área do PSD...) do Ministro das Finanças Miguel Cadilhe; Oliveira e Costa desenha o BPN no Congresso de 1993 (?) no Coliseu dos Recreios, em que sai vencedor Fernando Nogueira; Manuel Dias Loureiro é MAI no 2.º Governo da Cavaco Silva até 1995 (desde então um dos seus principais conselheiros politicos, continuando a ser proeminiente no PSD até hoje). Sai da politica e entra nos negócios. Entra no grupo SLN em 2001.

Daniel Sanches é MAI no governo de Santana Lopes e entrega ao consórcio SLN, PT e Motorola o negócio do SIRESP. Em 2005 entra no SLN pela mão de Dias Loureiro.

Joaquim Coimbra, empresário, a quem foram perdoadas dividas fiscais, é o acionista de referência da SLN. Integra desde a fundação do PPD as estruturas dirigentes do mesmo. Integrou as Comissões Politicas de Cavaco Silva, Fernando Nogueira, Durão Barroso, Marques Mendes e Filipe Menezes.

José Oliveira e Costa acusa-o de ter tentado "desmantelar" o grupo SLN.

Ora bem.

Aqui chegados, a pergunta fatal: Aníbal Cavaco Silva, figura de proa desde a AD no PPD, economista de mérito, não sabe, não sabia, NADA do BPN?!

Quando rebentou a bomba SLN/BPN, Nicolau Santos, no Expresso, comentando um Comunicado estranho da Presidência da República, assinado por Aníbal Cavaco Silva, em que o PR se explicava em relação ao BPN (tinha tido umas contas no BPN, tinha tido um gestor de conta e a filha também...), perguntava: "Se queria dizer tudo sobre as suas relações pessoais com o BPN deveria ter dito TUDO". E continuava Nicolau Santos:"Sabe-se que o cidadão Aníbal Cavaco Silva e a filha eram detentores de carteiras de acções e produtos financeiros no BPN".

Por outro lado corre, nas redacções que estão a investigar o processo BPN, que aparece documentação sobre empréstimos a várias  empresas.

Terão sido observadas operações crédito com uma tal "Música no Coração", dedicada à organização e promoção de eventos musicais, em tempos associada ao grupo Covôes proprietario do Coliseu dos Recreios (avultados empréstimos) sem dação de garantias reais...

José Oliveira e Costa, à saida de oito horas de presença na Comissão de Inquérito ao Funcionamento da Supervisão Bancária no Grupo SLN/BPN, ainda teve forças e "desaforo" para lançar aos jornalistas: -Sei muito mais do que aqui disse hoje!

Percebe-se, cada vez melhor e mais, que o BPN funcionou como Banco (não se poderá dizer do PPD/PSD?!!!...), mas onde muitos BARÕES do PPD se instalaram, beneficiaram e fizeram outros beneficiarem...

Isto está claro.

É por isto que Vital Moreira, jurista, jurisconsulto e politico ligou, ontem, no Alentejo, a "roubalheira" no BPN ao PSD!

J.A.

 


publicado por weber às 10:07
link do post | comentar
| | partilhar
:
De Anónimo a 30 de Maio de 2009 às 02:28
A música no coração é do genro de Cavaco - Luís Montez


Comentar post


. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...