Domingo, 24 de Maio de 2009

"Na Irlanda ninguém punha em causa os padres"

Esta afirmação é feita por Colm O'Gordoman, abusado anos a fio por um padre e que decidiu passar para livro as suas memórias: "Beyond Beliefe".

O livro é escrito na primeira pessoa e conta a sua vida. Afirma que, de acordo com o pai, decidem levar a tribunal o padre que o abusou, quando criança. Entretanto essa hedionda criatura comete suicidio.

O DN publica uma curta, esclarcedora e devastadora entrevista com este cidadão, que já foi Senador na Irlanda.

As acusações, que faz à Igrela Católica Irlandesa, ao Papa (ou ao Papado...) que sabia dos escândalos e que sufocou as vozes e os queixumes, assim como ao Estado da Irlanda (o do milagre!, lembram-se?!...) no caso das crianças (aos milhares) abusadas nas suas instituições católicas, que assumiu um valor de indemenizações a pagar às vitimas, contra a garantia de IMUNIDADE (não seria melhor dizer...IMPUNIDADE!) aos abusadores.

Onde estava o DEUS bondoso, misericordioso, omnipresente, omnisciente enquanto os seus representantes na terra irlandesa cometiam os mais bárbaros e arrepiantes crimes sobre crianças indefesas?!!!

Quando Cristo diz "deixai vir a mim as criancinhas!", o que quereria, exactamente, dizer?!...

Veja a entrevista a Colm O'Gorman AQUI

JA


publicado por weber às 14:18
link do post | comentar
| | partilhar

.pesquisar

 

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...