Domingo, 3 de Maio de 2009

José Saramago: a consciência crítica do Partido Comunista

Faz muito tempo que não subscrevia uma posição do homem que escreveu um livro notável "Manual de pintura e caligrafia", hoje praticamente esquecido.

Leiam-me esta posição assumida no DN José Saramago e o seu amigo Vital Moreira

O titulo da crónica é corrosivo : Expulsão.

José Saramago ganhou em dimensão humana e grandeza de carácter depois de ter escrito esta crónica.

O que dirá Jerónimo de Sousa às perguntas do camarada José Saramago, com 40 anos de militância no PCP(mais dos que conta o actual SG, que se inscreveu depois de 1974 e nunca militou na clandestinidade...)?

Em minha modesta opinião, dirá: raspas, coisa alguma, rien de rien, nada!

Neste momento os controleiros, caceteiros da Organização Regional de Lisboa do PCP, mais o seu Sector Sindical estarão a pedir, isso sim, a cabeça de Carvalho da Silva, que corrigiu a mão em relação aos desacatos, na noite do 1.º de Maio, na RTPN e mesmo a cabeça do velho militante e celebrado, mundialmente, José Saramago.

Este PCP...já não tem cura, nem remendo, menos ainda remédio.

Estive a ler a Nota oficial do PCP sobre os "acontecimentos": é todo um programa!

Só desejo uma coisa.

Que a Jerónimo de Sousa fosse rogada uma praga, e que se cumprisse: devia escrever mil vezes o artigo de opinião de José Saramago!

J. Albergaria

PS-O que Saramago diz sobre Lisboa, as eleições autárquicas é, verdadeiramente, impressivo.


publicado por weber às 19:39
link do post | comentar
| | partilhar

.pesquisar

 

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...