Quinta-feira, 30 de Abril de 2009

Os marqueteiros do PS perderam a tramontana

Bem, a bem dizer, são erros a mais e disparates inconcebíveis.

O primeiro: uso de imagens de crianças, numa sala de aulas, sem a autorização prévia dos pais dos meninos.

Isto, meus caros senhores, aprende-se na primeira aula, da cadeira de ética do marketing: não se pode utilizar imagens de pessoas sem prévia autorização, ou, quando foram compradas, previamente, pelos detentores de bancos de imagens, a quem tem de se pagar o preço devido.

O segundo: a data de adesão á CEE, plantada no outdoor com a imagem de Mario Soares no acto de assinar a adesão. Acrescentaram um ano: 1986, em vez de 1985. Este, não tendo implicações de qualquer ordem dá um sinal de algum "amadorismo" , falta de rigor e ausência de um copy rigth, ou mesmo de um copy desk que fazem muito falta quando se detectam erros destes...à posteriori. E custa muito dinheiro. São cartazes que vão para o lixo e têm de ser substituidos.

Como em tudo na vida: prudência, ir devagar, muitas das vezes é andar seguro. Se as coisas são planeadas, atempadamente, não é necessário correr...podemos espalhar-nos ao comprido.

J. Albergaria

PS- O porta-voz do PS, Vitalino Canas já veio, publicamente, pedir desculpas aos pais das crianças "utilizadas".

Mas andariam bem melhor se "obrigassem" a empresa que assim procedeu, em nome do PS, a contactar, um a um, os pais de cada menino para encontrarem o entendimento adequado, que é de rigor nestas situações.

J.Albergaria


publicado por weber às 11:51
link do post | comentar
| | partilhar

.pesquisar

 

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...